y pinheiro torres 

 No discurso final ao Congresso, a palavra mais citada pelo novo líder do PSD foi, sem dúvida, a palavra Demografia. Referiu ainda inúmeras vezes as palavras Natalidade, Família, Intergeracional, Envelhecimento... Os politicos sabem que não há solução mágica para a sustentabilidade das Contas Públicas, da Segurança Social, das Pensões, dos gastos com Saúde e Educação, se não houver um reequilíbrio da pirâmide etária (e contributiva) do país. Mas, para além de bons diagnósticos e boas intenções de diálogo inter-partidário sobre as questões de longo prazo do país, a grande questão é saber se o sistema democrático tem em si a capacidade de se regenerar e de conseguir algo tão estrutural como a reabilitação demográfica do país, corrigir, digamos, em 10 anos os desequilíbrios de décadas. Eis um teste decisivo para o regime que nos trouxe a liberalização do aborto, legislação anti-família e agora pode, a qualquer momento decidir sobre a eutanásia. A ler, o discurso de António Pinheiro Torres ao Congresso do PSD.

INTERVENÇÃO DE ANTONIO PINHEIRO TORRES NO

XXXIV CONGRESSO NACIONAL DO PPD/PSD

EXMO. SENHOR PRESIDENTE DO CONGRESSO

EXMO. SENHOR PRESIDENTE DO PARTIDO, DR. RUI RIO,A QUEM APROVEITO PARA DESEJAR AS MAIORES FELICIDADES POLITICAS E PESSOAIS A BEM DO PARTIDO E DE PORTUGAL

EXMOS. MEMBROS DE TODOS OS ÓRGÃOS NACIONAIS

CAROS CONGRESSISTAS

A NOSSA COMPANHEIRA CONCEIÇÃO MONTEIRO NUMA ENTREVISTA QUE PRESTOU À TSF HÁ DOIS DIAS ATRÁS REFERINDO-SE A SÁ CARNEIRO DIZIA QUE (E CITO) “AQUILO QUE ELE QUERIA, QUE ELE DESEJAVA, QUE ELE PROJECTAVA, TINHA SEMPRE A PESSOA, O SER HUMANO, NO CENTRO DAS SUAS POLITICAS, DAS SUAS AMBIÇÕES PARA O PAÍS”. RELENDO SÁ CARNEIRO, REVENDO A HISTÓRIA DA FUNDAÇÃO DO PSD VEMOS QUE A DIGNIDADE HUMANA É O PRINCIPIO FUNDAMENTAL DE ONDE DECORREM OS VALORES DO NOSSO PARTIDO E DAQUI O NOSSO APEGO À LIBERDADE E A VALORIZAÇÃO DA SOLIDARIEDADE,

SE O REFIRO É PORQUE ESTES VALORES (DIGNIDADE HUMANA, LIBERDADE E SOLIDARIEDADE) SÃO PRECISAMENTE AQUELES QUE NÃO PODEM DEIXAR DE SER CONVOCADOS NA ACTUAL DISCUSSÃO DA EUTANÁSIA E SOBRE A QUAL O NOSSO PARTIDO NÃO PODE DEIXAR DE TOMAR UMA POSIÇÃO UMA VEZ SE ENCONTRAM JÁ NO PARLAMENTO PROJECTOS DE LEI QUE A PROPÕEM.

MUITAS RAZÕES CONCORREM, E NESTE PONTO SOCORRO-ME DA VOZ INSUSPEITA DE RICARDO SÁ FERNANDES (SUBSCRITOR DO MANIFESTO POR UMA MORTE ASSISTIDA), PARA PODER AFIRMAR QUE A ASSEMBLEIA DA REPUBLICA PODERÁ TER LEGIMITADE JURIDICA PARA DISCUTIR A EUTANÁSIA MAS FALTA-LHE LEGITIMIDADE POLITICA E MORAL PARA O FAZER UMA VEZ QUE NENHUM DOS PARTIDOS PRESENTES NO PARLAMENTO DEDICOU UMA LINHA SEQUER AO ASSUNTO NOS PROGRAMAS ELEITORAIS E A QUESTÃO NÃO FOI DISCUTIDA NA CAMPANHA ELEITORAL.

NO ENTANTO SABEMOS QUE OS SECTORES MAIS RADICAIS DA GERIGONÇA PENSANDO DISTRAIR OS PORTUGUESES DOS SEUS PROBLEMAS REAIS NOMEADAMENTE DA ASFIXIA A QUE SUBMETEM O SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE PRECISAM DESTA AGENDA. MAS COMO DISSE RECENTEMENTE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA “DECIDIR SOBRE O FINAL DA VIDA É UMA MATÉRIA DE PROFUNDA RELEVÂNCIA PARA O PRESENTE E O FUTURO DE CADA UM DE NÓS, DA SOCIEDADE, MAIS HUMANA E PORTANTO MAIS SOLIDÁRIA, SENDO FUNDAMENTAL UMA DISCUSSÃO ALARGADA E QUE TODOS CONVIRJAM”.POR ISSO AQUI ESTAMOS.

DIZIA ATRÁS QUE O NOSSO PARTIDO, SEM PREJUIZO DE ALGUMA DIVERGÊNCIA PESSOAL MUITO EXCEPCIONAL QUE POSSA EXISTIR, NÃO PODE DEIXAR DE TOMAR UMA POSIÇÃO POLITICA PERANTE AS PROPOSTAS DE EUTANÁSIA.

DEVERÁ FAZÊ-LO PROSSEGUINDO SEM PRECONCEITOS O DEBATE E REFLEXÃO QUE A DIRECÇÃO DO PARTIDO INICIOU NO CONSELHO NACIONAL DE DEZEMBRO DE 2016 E QUE TEVE A SUA MANIFESTAÇÃO MAIS EVIDENTE NO COLÓQUIO QUE O NOSSO GRUPO PARLAMENTAR REALIZOU NO PARLAMENTO EM FEVEREIRO DE 2017 COM A AUDIÇÃO PLURAL DE ESPECIALISTAS E A PARTICIPAÇÃO EMPENHADA DOS NOSSOS DEPUTADOS.

UM COLÓQUIO, DR. RUI RIO, QUE ENCERROU COM UMA INTERVENÇÃO DO SEU PREDECESSOR DEFININDO OS PARÂMETROS DO QUE SEJA UMA DECISÃO EM CONSCIÊNCIA. ISTO É, UM CONFRONTO DAS PRÓPRIAS CONVICÇÕES COM A NATUREZA DO MANDATO, A SENSIBILIDADE DO RESPECTIVO ELEITORADO E UM TRABALHO DE DISCERNIMENTO DAS CONSEQUÊNCIAS PRÁTICAS DOS NOSSOS PRINCIPIOS E PROGRAMA DO PARTIDO. BEM COMO A CONSIDERAÇÃO NA CIRCUNSTÂNCIA DAS LINHAS DE FRACTURA POLITICA. PORQUE COMO ELE ENTÃO DISSE “NO FINAL EM CONSCIÊNCIA NÃO PODEMOS DEIXAR DE NOS INCOMODAR E TOMAR POSIÇÃO”

SE CONVOCO ESSA DISCUSSÃO E REFLEXÃO EM TODA A NOSSA IMPLANTAÇÃO TERRITORIAL É PORQUE NA VERDADE SERIA DIFICIL DE ENTENDER QUE NO DEBATE NO PARLAMENTO QUE AÍ VEM O PARTIDO MAIS VOTADO PELOS PORTUGUESES NAS ÚLTIMAS ELEIÇÕES NÃO TIVESSE UMA ORIENTAÇÃO DE REJEIÇÃO DAS PROPOSTAS CONHECIDAS. UMA POSIÇÃO EM DEFESA DOS MAIS FRÁGEIS POR IDADE OU DOENÇA, EM DEFESA DAQUELES A QUE O SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE NÃO ASSISTE CONVENIENTEMENTE NOS SEUS MOMENTOS FINAIS OU MAIS DIFICEIS, EM DEFESA DA LIBERDADE DE CADA UM DE NÃO SER SUBMETIDO A TRATAMENTOS DESNECESSÁRIOS (UMA MÁ PRÁTICA MÉDICA COMO O DEFINIRAM NA SUA CARTA PÚBLICA TODOS OS SEIS BASTONÁRIOS VIVOS). UMA POSIÇÃO QUE GARANTA A TODOS OS PORTUGUESES QUE O SEU DIREITO Á VIDA, CONSTITUCIONALMENTE CONSAGRADO, NUNCA SERÁ POSTO EM CAUSA.

PENSO ESTA POSIÇÃO É AQUELA QUE ESPERA DE NÓS O NOSSO ELEITORADO MODERADO QUE NÃO SE REVÊ NOS RADICALISMOS E EXPERIMENTALISMOS SOCIAIS. E SIMULTANEAMENTE É A POSIÇÃO QUE NOS EVITA SITUAÇÕES POLITICA E CONSTITUCIONAIS EMBARAÇOSAS COMO AS QUE OCORRERAM NA DISCUSSÃO DE OUTROS TEMAS SOCIAIS COM AS QUAIS, VEJA-SE O EXEMPLO RECENTE DAS ÚLTIMAS AUTÁRQUICAS, OFERECEMOS ELEITORADO E DE BANDEJA AO PARTIDO CONCORRENTE DA NOSSA ÁREA POLITICA SEM QUE À NOSSA ESQUERDA TENHAMOS GANHO UM VOTO SEQUER.

SENHOR PRESIDENTE DO PARTIDO, DR. RUI RIO: MALCOM X UM ACTIVISTA AMERICANO DOS DIREITOS CIVIS NUM CÉLEBRE DISCURSO DIZIA “NÃO TOMAR POSIÇÃO [EM DEFESA DOS DIREITOS CIVIS] É EM SI MESMO UMA POSIÇÃO”.

DO PSD O NOSSO ELEITORADO MODERADO ESPERA UM POSIÇÃO: A AFIRMAÇÃO DO VALOR DA DIGNIDADE HUMANA E DA APOSTA NO ESTADO SOCIAL QUE NÃO DEIXA NINGUÉM SÓZINHO PERANTE A VELHICE E A DOENÇA E ACOLHENDO-O E ACOMPANHANDO-O, NÃO PERMITINDO A MORTE A PEDIDO, IMPEDE COLOCAR-NOS A TODOS PERANTE A NOSSA CONSCIÊNCIA E A NOSSA FAMILIA OU AMIGOS, COMO RESPONSÁVEIS PELA MORTE DOS NOSSOS, COMO HOJE EM DIA SUCEDE NOS 5 PAÍSES DO MUNDO ONDE A EUTANÁSIA É LEGAL E VITIMA CRIANÇAS, DEFICIENTES, PESSOAS COM DEPRESSÃO OU IDOSOS ABANDONADOS.

OS PORTUGUESES CONTAM CONSIGO, DR. RUI RIO, APESAR DA SUA POSIÇÃO PESSOAL, PARA EM MAIS ESTA DISCUSSÃO POLITICA E CIVILIZACIONAL O PSD HONRAR A SUA HISTÓRIA E OS SEUS PRINCIPIOS E PRESTAR MAIS UM GRANDE SERVIÇO A PORTUGAL E AOS PORTUGUESES.

VIVA O PSD! VIVA PORTUGAL!